Como entender o lucro das concessionárias

0
Quanto lucram as concessionárias.
Quanto lucram as concessionárias.

 

Há muitos mitos sobre o lucro das concessionárias de rodovias, especialmente no Paraná. O Bem na Estrada vai desmistificar essa questão para que você não seja mais manipulado por discursos políticos.

Para entender a lucratividade das empresas é preciso saber a diferença entre concessão e um negócio tradicional. A concessão se distingue principalmente pelo tempo de atuação, ela tem prazo determinado para acabar (saiba também a diferença entre concessão e privatização).

No caso do Paraná, são 24 anos de atuação, ao final do contrato, as rodovias e todas as benfeitorias, incluindo guinchos, ambulâncias e toda a infraestrutura operacional da concessionária, passa a ser do governo. Logo, todos os valores investidos não retornarão à empresa.

Desta forma também o lucro tem hora certa para acabar, ele é divido ao longo dos anos de concessão, por isso não é possível olhar isoladamente para um período e dizer que a concessionária teve lucro ou não.

Os ganhos e os investimentos são divididos entre os anos de contrato, alguns anos mais investimentos e menos lucro, em outros mais ganhos e investimentos menores. Tudo isso predeterminado no início do contrato. Por isso a concessionária só poderá verificar a rentabilidade real no final do contrato. Vamos mostrar como está a contabilidade das empresas até o ano de 2015, só lembramos que não podemos concluir que esse é o lucro da concessão, uma vez que o resultado final só poderá ser verificado ao final do negócio.

Deixar uma Resposta